IRPF 2019: cuidados para não cair na malha fina

Embora à primeira vista declarar o IRPF 2019 pareça uma tarefa simples, é preciso muito cuidado na prestação de informações, pois erros, inconsistências, valores inexatos, entre outros, podem levar o contribuinte a cair na malha fina.

De acordo com a Receita Federal, entre as principais razões que levam os contribuintes à malha fina estão: omissão de rendimentos e números errados ou incompatíveis declarados com despesas dedutíveis. No entanto, muitas outras pegadinhas podem levar os contribuintes a erros.

Quer fugir desse problema? Veja alguns cuidados para não cair na malha fina do IRPF 2019.

Dependentes

Dependentes podem ser declarados apenas por um dos pais, mesmo em casos de guarda compartilhada. Não é permitida a divisão de despesas, mesmo que um pague o colégio e o outro o plano de saúde, por exemplo.

Pensão alimentícia

É indicado informar na declaração os rendimentos tributáveis acumulados em função de pensão alimentícia.

Não declarar salários de antigos empregos

Se você trabalhou em mais de uma empresa no ano, deve declarar o salário de ambas no IRPF 2019. O Fisco recebe as informações das duas instituições, e não informar o recebimento pode ser interpretado como sonegação.

Imóveis no IRPF 2019

Para ter um maior controle sobre os bens, assim como valores, a Receita Federal incluiu mais campos, que irão exigir informações sobre os imóveis.

Rendimento de cônjuges

Ao optar pela declaração em conjunto, atenção para não esquecer os rendimentos tributáveis. É obrigatório constar os rendimentos do casal na declaração.

Valores incorretos

A declaração deve ser realizada com cuidado, com o preenchimento totalmente correto de todos os valores recebidos. Para não ter problemas com erros de digitação, verifique todos os dados antes de enviar a declaração.

CPF no IRPF 2019

Antes, informar o CPF era obrigatório apenas para maiores de 12 anos. Agora, no IRPF 2019, a informação é obrigatória, independente da idade do dependente.

Plano de saúde de dependentes

Os gastos declarados com despesas com saúde devem ser acompanhados de documentos comprobatórios, que devem estar no nome do declarante ou dos dependentes.

Não se pode declarar como dedutíveis despesas com planos de saúde de dependentes não relacionados no Imposto de Renda.

Evolução de patrimônio não justificado

Se você ganhou uma herança ou uma grande comissão, por exemplo, não deve deixar de informar à Receita Federal. Qualquer suspeita de multiplicação de patrimônio não justificada é alvo da malha fina.  

Moeda Eletrônica

O Bitcoin é considerado um bem, assim os contribuintes que possuem a moeda eletrônica precisam informar o valor de aquisição na declaração de bens no IRPF 2019.

Rendimentos tributáveis

É obrigatório declarar todos os rendimentos tributáveis. A não declaração de salários, honorários, pró-labores, alugueis, aposentadorias, operações liquidadas em espécie, heranças, entre outros, podem levar o contribuinte à malha fina.

Redes Sociais

Cuidado: os fiscais da Receita estão de olho em quem vive ostentando uma vida de rico nas redes sociais e declara Imposto de Renda que não condiz com a realidade postada. Desde 2016, os dados são cruzados para encontrar possíveis sonegadores.

Veículos

A parte de inserção de dados do Renavam também contem mais campos a partir deste ano.

Tem dúvidas quanto à declaração do IRPF 2019? Fuja de riscos. A PartWork oferece serviço completo para a declaração do Imposto de Renda. Fale com os nossos especialistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.