Entenda as fases do eSocial

O eSocial é um novo registro de empresas, que o Governo Federal elaborou para facilitar a administração das informações relativas ao trabalho, desde o empregador ao empregado, através deste sistema as empresas enviarão periodicamente, por meio digital informações sobre os trabalhadores para está plataforma. Todas essas informações que eram registradas em papel ou outras plat...
Leia mais

Fase do eSocial e sua implantação.

Nova Fase do eSocial! O 2º grupo de empregadores inicia o envio das informações ao Ambiente Nacional do eSocial a partir de 16/07/2018 Conforme cronograma estabelecido pela Resolução CDeS nº 03, de 29/11/2017, para todos os empregadores do Brasil, exceto entidades públicas, a segunda etapa da implantação do eSocial se inicia no próximo dia 16 de Julho de 2018, quando os e...
Leia mais

Informalidade na Simplificação Fiscal

Simplificação Fiscal, o início da Informalidade. Com a tecnologia da informação houve o desenvolvimento e a implantação de projetos como o Simples Nacional, com isso criou-se uma expectativa de que a relação em contribuintes e autoridades tributárias nacionais, estaduais e municipais finalmente chegariam a outro nível. Com a entrada do Brasil na “era digital” a ideia de s...
Leia mais

DCTFWeb Declaração que substituirá a GFIP/SEFIP

DCTFWeb Declaração que substituirá a GFIP/SEFIP entra em vigor em julho de 2018 A nova obrigação acessória tributária, a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais, para a apuração das contribuições previdenciárias  e para outra entidades e fundos, em conformidade com a Instrução Normativa da RFB nº 1.787/2018. Parte da GFIP/ SEFIP será substituída por está dec...
Leia mais

Sabe como fazer o pagamento retroativo?

eSocial- Como fazer pagamento retroativo em caso de salário mínimo regional. Dentre tantas inclusões obrigatórias no eSocial , o reajuste salarial dos empregados domésticos, decorrente do aumento do salário mínimo, é uma delas. Além de todas as inclusões obrigatórias do eSocial, decorrente do aumento do salário mínimo , temos o reajuste salarial dos empregados doméstico...
Leia mais

eSocial dispensa 9 Obrigações Trabalhistas.

Com a implementação do eSocial algumas das obrigações Trabalhistas Acessórias serão dispensadas, as informações geradas pelo Departamento pessoal de cada empresa são transmitidas para órgãos diferentes, como a Caixa Econômica (CEF), Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o Ministério da Previdência (MPS), o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e a Secretária da Recei...
Leia mais

As etapas do eSocial

Confira o cronograma do eSocial e suas etapas. O eSocial é obrigatoriedade no Brasil, a partir de 2018, permitirá que todas as empresas brasileiras possam realizar o cumprimento de suas obrigações fiscais, trabalhistas e previdenciárias  de forma unificada e organizada reduzindo custos, processos e tempo gasto hoje pelas empresas com essas ações. 1.Primeira etapa – Empres...
Leia mais

ME e EPP, prontos para o eSocial ?

O grande desafio do eSocial para as ME e EPP Para empresas que faturam mais de R$ 78 milhões já aderiram ao eSocial desde Janeiro de 2018. Em julho de 2018 darão início as empresas que faturaram menos de R$ 78 milhões no ano de 2016, devem apresentar  tabelas cadastrais do eSocial. A FENACON aponta que menos de 10% dos ME e EPP sabem o que é o eSocial. O SPED (Sistema ...
Leia mais

Adesão ao eSocial pelas empresas Simples Nacional são obrigatórias.

Empresas do Simples Nacional são obrigadas a aderir ao eSocial A partir de 1º de Julho de 2018, empresas que optaram pelo Simples Nacional devem aderir ao eSocial, está adesão não é opcional, conforme a Caixa Econômica Federal através de uma Circular 761/2017. As Microempresas e empresas de pequeno porte, assim como o Microempreendedor Individual (MEI) terão um tratamento...
Leia mais

Conheça 7 novidades Tributárias para empresários

Mudanças no ICMS, Simples Nacional e Fundos de Investimentos vão entrar em vigor até dezembro de 2018. Dinheiro em espécie devem ser declarados no IR. Em 2019 a declaração do Imposto de Renda, Pessoas Físicas e Jurídicas terão como obrigatoriedade informar os valores recebidos em espécie acima de R$ 30 mil. Segundo a Receita Federal esta medida é para fiscalizar a orige...
Leia mais